Beatificação

    A partir do legado deixado pelo Mons. João, em 2008, iniciou o Processo de Beatificação. No mês de fevereiro de 2010 foram entregues, por uma comissão, os documentos ao Bispo Diocesano Dom Ercílio Simon e em maio de 2011 o Processo foi enviado pela Diocese de Passo Fundo/RS ao Vaticano. Em agosto do mesmo ano o Vaticano concedeu o NIHILL OBSTAT e Mons. João é reconhecido pela Igreja Católica como “Servo de Deus”. Ao longo deste período são muitas as graças e bênçãos recebidas pela sua intercessão. Diariamente dezenas de pessoas visitam seu jazigo, construído ao lado da Igreja Matriz, para rezar, pedir e agradecer. Embora o povo o considere “Santo”, a comunidade paroquial e a Arquidiocese de Passo Fundo trabalham no Processo de Beatificação e Canonização.